31/08/2017


Nariz entupido do bebê: saiba como fazer a limpeza nasal

Veja a melhor forma de limpar o nariz das crianças sem machucá-las.

O tempo seco e problemas respiratórios maltratam o nariz dos bebês, principalmente nos meses do outono e do inverno. E cabe aos pais fazer a higienização correta para que a criança não sofra com o famoso nariz entupido. "A higiene nasal é importante para facilitar a drenagem das secreções, eliminar partículas e até mesmo agentes infecciosos que podem se acumular nas vias aéreas superiores, agindo na prevenção das rinossinusites agudas e crônicas", explica Alessandra Miramontes, pediatra, imunologista e alergista do Hospital Infantil Sabará.

O clima influencia muito nisso. "Em localidades e ocasiões em que o ar é poluído, assim como em ambientes muito secos, a hidratação se faz necessária, evitando alergias e infecções das vias respiratórias", alerta o pediatra Sylvio Renan Monteiro de Barros, da Sociedade Brasileira de Pediatria e da MBA Pediatria.

Mas como a criança tem todas as suas estruturas delicadas, é preciso tomar o máximo de cuidado ao higienizar essa região e é normal que surjam dúvidas sobre quando e como fazer isso. Os especialistas respondem as principais questões para fazer o procedimento da forma correta.

A partir de que idade essa limpeza deve ser feita?

Não há idade certa para fazer a lavagem. Aliás, o ideal é fazer desde sempre! "Brinco com meus pacientes, dizendo-lhes que o filho já deveria nascer com um frasco de soro nasal nas mãos", descontrai o pediatra Sylvio Renan. Ele explica que bebês e idosos são os que mais sofrem quando o tempo fica seco e por isso é importante que essa higienização seja feita desde que as crianças são bem pequenas.

Devo fazer essa higienização com que frequência?

Ela deve ser feita todos os dias, de acordo com os especialistas. O que muda, na verdade é quantas vezes ela deve ser feita em cada dia. Isso depende das condições climáticas de cada região. Locais mais secos e/ou mais poluídos precisam de mais lavagens. Levando isso em conta, o pediatra Sylvio Renan recomenda que sejam feita entre 2 a 6 vezes. "Indica-se fazer a higiene pela manhã e à noite antes de dormir pelo menos", explica a pediatra Alessandra Miramontes.

Com que líquido devo fazer essa lavagem?

A água tem uma concentração de nutrientes diferente do nosso organismo, portanto usá-la direto pode irritar a mucosa nasal. Já o soro fisiológico é perfeito para esse fim, só é preciso tomar cuidado com o tipo. "Existem duas apresentações: o soro fisiológico puro e simples e acrescido de um conservante, geralmente o cloreto de benzalcônio. Atualmente há uma tendência a se abandonar o segundo por ser um pouco irritante da mucosa", diferencia o pediatra. A forma correta de utilizar é aplicá-lo com um conta gotas, enchendo entre um quarto ou metade dele.

Posso usar a haste flexível de algodão?

 Na verdade, essa haste não deve ser usada nem para limpar nossos ouvidos, por empurrar as secreções no lugar de retirá-las. O mesmo acontece no nariz. No caso do nariz do bebê, que é menor que o nosso, pode causar ainda outro problema. "Ela tem espessura maior que a abertura do orifício nasal, causando traumatismos na mucosa nasal, que é extremamente delicada", explica Sylvio Renan. Como se não bastasse, ainda podem ficar resíduos de algodão, bloqueando a passagem de ar.

Como se usa o aspirador nasal?

O item é muito útil para evitar infecções causadas pelas secreções que ficam no nariz. Existe um tipo profissional e outro para uso em casa pelos pais, em formato de pera, com um bico de borracha, plástico ou silicone. O pediatra Sylvio Renan orienta os pais a como usar o aparelho. "Após a aplicação do soro, comprima o aspirador, encaixando-o em seguida à abertura da narina. Retiramos a pressão dos dedos na 'perinha' e, por aspiração a secreção é sugada para seu interior", ensina Sylvio Renan.

Como devo lavar e guardar esse aspirador nasal depois?

Mas a cada vez que o aparelho for usado, é preciso que ele também seja devidamente higienizado, e quanto antes, melhor! "A limpeza deve ser feita imediatamente, por lavagem com água corrente e sabão neutro, para se evitar crescimento de germes em seu interior", avalia o pediatra Sylvio Renan. Caso isso não seja feito, a lavagem acaba perdendo seu efeito de prevenir rinossinusites e outros problemas.

Posso evitar que o nariz do meu bebê fique entupido?

Além de fazer a higienização, outros cuidados são importantes para evitar problemas no nariz em qualquer época do ano. "Deve-se ingerir líquidos, evitar ficar em ambientes muito fechados e aglomerados, evitar oscilação térmica (como estar em um banho quente e sair em ambiente frio sem roupa), evitar ar-condicionado e aquecedores que ressecam o ar", enumera a pediatra Alessandra.

Fonte:www.minhavida.com.br

Copyright © 2010 ForteFarma. Todos os direitos reservados.