Dicas para fazer atividades físicas


Canal: Esportes

Antes de começar a praticar um exercício físico, procure uma avaliação médica e faça exames específicos para que haja um plano específico, fazendo com que você atinja seus objetivos traçados mais rapidamente, evite lesões e não se desmotive durante os treinos.

A orientação é antiga, mas deve ser sempre lembrada, já que mesmo em indivíduos jovens no qual o índice de coronariopatias é mais baixo, sempre existe o risco de doenças congênitas cardíacas, que se constitui a principal causa de morte súbita nos jovens.

Nos casos de atletas que possuem conhecimento da área e vão traçar sozinho seu próprio treinamento, a orientação é que tudo seja feito de maneira progressiva, tanto em termos de frequência, tempo e intensidade dos treinamentos. É importante também, sempre respeitar os limites do seu corpo e a condição física em que se encontra no momento.  

Roupa certa
Bom senso é fundamental. A roupa, incluindo o tênis, deve ser a mais apropriada para a modalidade. Procure sempre equipamentos de boa qualidade, já que muitas vezes o barato pode sair caro tanto para seu bolso, quanto para o teu corpo. Tênis de má qualidade pode muitas vezes não cumprir com suas funções, levando a um maior impacto das articulações do pé, tornozelo e joelho, resultando em processos inflamatórios dos tendões e músculos e podendo chegar até a fraturas por estresse dependendo do impacto empregado.

 Lembre-se que o tênis deve ser trocado de tempos em tempos, pois mesmo os um calçado de boa qualidade perde seu poder de amortecimento. As roupas devem ser confortáveis e promover adequada ventilação, evaporação do suor e secagem rápida, além de conservar a temperatura do corpo nos dias frios.  
"Lembre-se que o tênis deve ser trocado de tempos em tempos, pois mesmo os um calçado de boa qualidade perde seu poder de amortecimento"
Alongamento
Alongue-se bem, pois esta é uma medida essencial para se evitar quase todos os tipos de lesões nos músculos. Os alongamentos devem ser realizados antes das atividades para que a fibra muscular ganhe comprimento máximo,diminuindo os riscos de lesão, associados a um bom aquecimento. O alongamento após as atividades, devolve a fibra muscular o comprimento prévio, já que durante o exercício elas fica mais curtas.

Cuidado onde pisa
Lembre-se o tipo de piso pode representar uma agressão a mais para as articulações, pois atividades esportivas em superfícies mais endurecidas têm relação maior com aparecimento de processos inflamatórios osteo-articulares. A corrida, por exemplo, na esteira ou grama proporcionam menor impacto ao organismo do que uma corrida no asfalto ou concreto. 

Alimentação e hidratação
Quanto à alimentação, o que na verdade se recomenda é um jejum de pelo menos duas horas antes das atividades. Evite ingestão de proteínas, fazendo uso de carboidratos como fonte de energia antes dos exercícios. Hidrate-se bem, pois a perda de eletrólitos e líquidos, dependendo da situação em que a esportista se expõe pode resultar em desidratação, e promover contrações involuntárias das fibras musculares (câimbras). Por isso a ingestão de líquidos, principalmente água, deve ocorrer durante a prática esportiva, a períodos de 20 a 30 minutos, e dependendo do tempo e duração a reposição de eletólitos deve ser considerada.  

Dores musculares
O uso de gelo ou banhos frios após as atividades físicas é uma boa opção para diminuir o processo inflamatório e as dores que ocorrem a nível muscular, muitas vezes dispensando até o uso de sintomáticos e relaxantes musculares. A persistência de dor após a atividade física, por períodos maiores que a clássica dor muscular, pode representar o início processo patológico ou de uma lesão que ocorreu durante a atividade física. Nestes casos o ideal é procurar um médico especializado, para que o problema seja sanado e você possa voltar o mais breve possível as suas atividades. 

Copyright © 2010 ForteFarma. Todos os direitos reservados.