Cuidados pessoais em alta nas Farmácias e Drogarias


Canal: Tudo sobre Farmácias

Os itens ligados aos cuidados pessoais estão em alta nas drogarias e farmácias do País, e ainda há espaços e oportunidades para que eles cresçam mais. De acordo com o estudo Evolução Canal Farma, realizado pela Nielsen Brasil, 41,5% do faturamento da cesta de Higiene e Beleza em 2009 veio do canal Farma. Em menos de sete anos, esse índice registrou um salto de sete pontos percentuais.

“Diversas mudanças, como a das leis que restringem a exposição dos Mips (Medicamentos isentos de prescrição), por exemplo, estão fazendo com que estas categorias cresçam no canal”, avalia Samanta Puglia, analista de mercado da Nielsen.

O levantamento também detectou que farmácias e drogarias representam 57% do faturamento de produtos de Higiene e Beleza tipo premium. “Itens exclusivos contribuem de forma diferente em cada canal, mas a força dos itens de maior preço se mantém nas farmácias”, revela Samanta.

Depois da RDC 44/09, que determinou que os MIPs devem ficar atrás do balcão, muitos empresários do varejo farmacêutico aproveitaram os espaços que antes eram ocupados por medicamentos para aumentar o mix ou melhorar a exposição dos produtos de higiene pessoal e beleza. O resultado dessa pesquisa aponta que essa foi uma boa decisão.

Da Região Sul do País vem um bom exemplo de como apostas nas vendas de HPC podem ser um bom negócio. A rede de farmácias Panvel, com mais de 200 lojas entre Rio Grande do Sul e Santa Catarina, investe nas seções de perfumaria. A última novidade do grupo é uma megastore com um andar inteiro dedicado aos cuidados pessoais. O retorno do investimento da megastore da Panvel surpreende. Enquanto a venda de HPC do canal farma gira em torno de 30%, na megastore Panvel esse índice chega a 40%.

13/10/2010 09:47:00 , por Tânia Longaresi  

 Fonte: WWW.br.nielsen.com e WWW.panvel.com.br

Copyright © 2010 ForteFarma. Todos os direitos reservados.