Energéticos estimulam alcoolismo


Canal: Saúde

Mistura mascara sensação de embriaguez, o que pode incentivar as pessoas a beber quantidades cada vez maiores

Muitos têm o hábito de ingerir bebidas energéticas, seja pelo sabor, seja porque esses produtos ajudam a combater o cansaço. Há algum tempo, porém, pesquisadores e médicos questionam se essas substâncias oferecem algum risco à saúde. Segundo um estudo realizado na Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, a resposta é sim. Cientistas da instituição avaliaram dados de mais de mil estudantes universitários, dos quais 10,1% disseram ingerir energéticos pelo menos uma vez por semana. Foi constatado que aqueles que mantinham consumo considerado elevado (52 vezes ou mais por ano) se embriagavam precocemente e com mais frequência, apresentando risco significativamente maior de se tornarem alcoólatras.

“Os energéticos contêm altas doses de cafeína, podendo provocar insônia e levar ao desenvolvimento de outros problemas, principalmente se ingeridos com bebidas alcoólicas”, ressalta a pesquisadora Amelia Arria, uma das autoras do estudo. Essa mistura não anula os prejuízos causados pela bebida, mas costuma mascarar a sensação de embriaguez – o que pode incentivar as pessoas a beber quantidades maiores. Amélia salienta que o fato de não haver regulamentação a respeito da quantidade de cafeína nas bebidas energéticas agrava ainda mais o problema.

Copyright © 2010 ForteFarma. Todos os direitos reservados.